Mostrar mensagens com a etiqueta cosmética e higiene. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta cosmética e higiene. Mostrar todas as mensagens

Beleza sem sofrimento | 42 Vernizes cruelty-free


Digam adeus aos vernizes testados em animais com estas 42 marcas cruelty-free 💜 Fiz uma lista de vernizes há uns tempos, mas como algumas marcas já não existem ou já não se encontram disponíveis em Portugal achei melhor actualizar. A maioria é obtida exclusivamente online, mas algumas são facilmente encontradas em lojas físicas e têm preços bastante simpáticos.

Cosmética natural | Creme hidratante Sente Senas


Trocar os produtos convencionais pelos naturais é um caminho sem volta: o que vem do coração das plantas acaba irremediavelmente por nos conquistar, até porque a pele acaba por nos agradecer. E sendo a pele um órgão, este pormenor de escolher entre algo natural e algo mais químico é, de facto, relevante.

Quem tem pele mista sabe como é um desafio encontrar produtos apropriados, já que exige cuidados que tanto tratem das zonas mais oleosas (geralmente a testa, nariz e queixo) como das normais e/ou secas.

Eu já tinha utilizado o Namasté mas a fórmula foi alterada, bem como a embalagem: agora, vem num frasquinho de vidro opaco com um doseador, o que acaba por ser mais prático e higiénico do que retirar o creme directamente do boião.

Marcas portuguesas de cosmética cruelty-free e natural


Pelo meio do consumo desenfreado acabamos por não dar atenção às marcas que compramos, sendo que muitas delas continuam a testar em animais e não se esforçam para mudar essa situação. Além da crueldade inerente desses testes, os produtos convencionais são compostos por ingredientes completamente dispensáveis. Felizmente, o consumo (mais) consciente está a florir e a ser cada vez mais praticado, tanto pela importância de preferir produtos cruelty-free como também ecológicos e mais naturais.

Cosmética cruelty-free | Condicionador e bálsamo labial Urtekram


Desde que passei a utilizar cosméticos mais naturais que não quero outra coisa. A saúde e aspecto da minha pele e cabelo melhoraram consideravelmente, pelo que adoro usar produtos desse género. Geralmente fico-me pelas marcas que me conquistaram, mas uma vez por outra arrisco e experimento outras. Foi o caso da Urtekram, que sempre vi à venda em lojas de produtos biológicos mas que nunca tinha comprado, pelo que levei um condicionador e um bálsamo para casa.

AVISO: A China NÃO baniu os testes em animais


Recentemente, circulou nas redes sociais de que a China tinha acabado com os testes em animais em produtos cosméticos importados. A notícia foi largamente festejada e compulsivamente partilhada por várias organizações e bloggers cruelty-free, visto a mesma ter sido interpretada como o fim de todos os testes em animais no país em questão.

Achados veganos: Champô sólido Lola Cosmetics

A Lola Cosmetics já chegou a Portugal e finalmente tive oportunidade de experimentar uma das suas coisinhas boas. Há muito tempo que andava a namorar esta marca, tanto pelas críticas estrondosamente positivas como por adorar produtos brasileiros, especialmente para o cabelo. Depois das marcas portuguesas, que também são boas e penso que deviam ser mais valorizadas por nós, procuro sempre apoiar o que vem do nosso país irmão. As taxas alfandegárias não permitem que use e abuse dos mesmos, mas aproveito quando posso e preciso.

Youtuber cria máscara de pestanas ecológica e vegana (vídeo)


Sonia Sae é uma activista pelos animais que ficou conhecida depois de ter lançado um vídeo explicativo sobre a realidade da indústria do mel. O seu canal de Youtube é focado em vários temas sobre o veganismo, incluindo beleza cruelty-free. Adepta de produtos acessíveis e mais sustentáveis, publicou um vídeo com uma receita caseira de eyeliner/máscara que funciona muito bem e que só tem dois ingredientes: carvão vegetal activado (que pode ser substituído por sombra de olhos negra) e óleo de rícino. O óleo de rícino é fantástico a dobrar: além de ser natural e barato, tem propriedades fortalecedoras.

Maquilhagem zero waste | LUSH tem bases sem plástico para todos os tons de pele


Esta notícia chega atrasada, mas mais vale tarde do que nunca: finalmente, as bases da LUSH estão à venda em Portugal! A fazer furor nas lojas do Reino Unido desde Junho deste ano, os itens de maquilhagem para o rosto já podem ser adquiridos por cá. A gama Slap Sticks Solid Foundation é composta por 40 tons e consiste em bases sólidas feitas com óleos suavizantes. A cobertura é edificável e proporciona uma finalização refrescante.

Símbolos cruelty-free: Podemos confiar nos rótulos?


Com o aumento da sensibilização contra os testes em animais, cada vez é mais comum encontrarmos o famoso logótipo do coelhinho nos rótulos das embalagens. No entanto, será que podemos verdadeiramente confiar nesse e noutros símbolos similares?
Infortunadamente, a resposta não é positiva. Muitas empresas e marcas usam o símbolo cruelty-free estando envolvidas em testes com animais: como a consciência cruelty-free é cada vez maior, há quem tenha a infelicidade de se aproveitar disso e, assim, endrominar os consumidores que procuram por opções éticas.

Este artigo tem como objectivo ajudar a distinguir os produtos verdadeiramente cruelty-free daqueles que não são e foi baseado numa publicação do Cruelty-Free Kitty.

100 marcas de maquilhagem CRUELTY-FREE


Comprar maquilhagem cruelty-free não tem de ser uma chatice. Nesta lista encontrarão diversas marcas, todas elas não testadas em animais, para todos os gostos e com preços que vão do luxo ao mais acessível. Algumas podem ser encontradas em lojas físicas, mas a maior parte é vendida exclusivamente online no site oficial e/ou noutras plataformas (Círculo Bio, The Green Beauty ConceptOrganiiCruelty Free CosmeticsVita33, Ecco Verde, iHerb, Cult Beauty, Beauty Bay, Maquillalia, Nordstrom, etc.).

Intrínseco: A marca portuguesa e cruelty-free para cabelos crespos e cacheados


Sempre tive noção que me faltava escrever sobre produtos cruelty-free para cabelos crespos e encaracolados, mas como não é o meu tipo de cabelo não sabia bem que marcas referir. As que encontrava apresentavam problemas (testadas em animais / ingredientes de origem animal / dificuldade em encontrar à venda / com imensos químicos que danificam ainda mais o cabelo), pelo que fiquei entusiasmadíssima quando descobri a Intrínseco.

A China e os testes em animais


A China e a influência que exerce no universo da cosmética cruelty-free deve ser uma das questões mais debatidas e que mais dúvidas suscita. A quantidade de referências erradas sobre este assunto é assustadora e acaba por nos desorientar, chegando ao ponto em que nem sabemos no que acreditar. 
Reeducar-nos enquanto consumidores é um dos passos mais importantes para fazermos escolhas mais éticas e conscientes e isso só é possível com informações legítimas. Precisamente por isso, fiz uma aprofundada pesquisa e espero, através deste artigo, responder às perguntas mais comuns relacionadas com a China e os testes em animais.

A presente publicação teve, como base, dados fornecidos por algumas organizações de direitos dos animais e sites cruelty-free plenamente confiáveis.

Artigo actualizado em: 25/01/2020

Beleza sem sofrimento: Lista vegana da Avril


A Avril é uma marca francesa não testada em animais e que prioriza ingredientes de origem biológica, sendo certificada pela Ecocert, Cruelty Free International e PETA. Os seus preços são extremamente acessíveis, ainda para mais tratando-se de produtos ecológicos e conscientes, o que a torna numa marca a ter em conta.

Para além da maquilhagem também tem produtos de higiene, pelo que esta lista é ligeiramente diferente das que foram feitas até agora. A Avril pode ser encontrada em algumas lojas de produtos biológicos (p. ex., Somos Bio em Almada e Terraço da Cotovia no Porto) e online (rita c, Ecco Verde, Vita33), incluindo no site oficial.

Achados veganos: Desodorizante natural Saponina

Mais uma marca portuguesa e amiga dos animais e do ambiente A Saponina começou com o fabrico artesanal de velas e sabonetes e, actualmente, tem uma lista mais generosa. Foi com muita alegria que notei como o catálogo estava a crescer gradualmente, tanto pela qualidade dos produtos como pela dedicação visível que a Liliana coloca em cada um deles.


Como o meu querido desodorizante da Dr. Organic já estava a terminar, contactei a Liliana e encomendei um de palmarosa e tea tree, dois óleos essenciais com propriedades anti-bacterianas. Todos os desodorizantes Saponina têm unicamente ingredientes biológicos e naturais na sua composição, dos quais destacam-se:

A argila branca, para purificar e limpar;
O bicarbonato de sódio, para regular o pH do desodorizante;
A manteiga de karité e o óleo de coco, para hidratar e proteger a pele como ela merece.

A NARS NÃO É cruelty-free


A NARS chegou a Portugal em 2017, precisamente no mesmo ano em que deixou de ser cruelty-free ao estabelecer-se no mercado chinês. A marca, tanto por ser icónica como por ter-se sempre posicionado contra os testes em animais, tornou-se notícia em vários jornais após a declaração de que passaria a ser vendida na China, país cujo regulamento exige que os produtos de todas as marcas internacionais sejam testados em animais. Esta mudança na política de testes em animais aborreceu muitos apreciadores da NARS, que imediatamente apelaram ao boicote nas redes sociais, especialmente no Instagram. Não obstante, a marca aparece na PETA como não sendo cruelty-free.